A palestra do TED com que mais me identifico

Será talvez uma partida do destino que eu tenha vivido a última década—durante a qual me formei como engenheiro informático—observando como um dos instrumentos preferidos dos “introverts” se transformou num instrumento de socialização por excelência: computadores (devido a uma combinação entre internet e Apple).

Em tempos anteriores eu era um geek por “passar demasiado tempo ao computador”. Agora, por não (querer) ter smartphones, ou conta no Facebook, acabo por passar menos tempo online do que a maioria. Does that still make me a geek?

Se calhar eu é que apenas gosto de ser “do contra”. Mas como disse aquele irlandês:

The reasonable man adapts himself to the world; the unreasonable one persists in trying to adapt the world to himself. Therefore all progress depends on the unreasonable man.

Introverts for the win.

4 responses to “A palestra do TED com que mais me identifico

  1. Eu continuo a achar que passo muito tempo com pc’s… mas muito desse tempo é por manifesto requisito professional aka occupational hazard😛

    Quanto ao “pensar em computadores”, cito um senhor chamado Djikstra, que ganhou o equivalente do Nobel da informática, e que disse que “computer science is as much about computers as astronomy is about telescopes”😉

    Resumindo, há muita ciência para lá dos computadores (como a minha Amazon Wishlist rapidamente comprova😀 http://www.amazon.co.uk/wishlist/10N2WJEEBNHNH )
    😛