I ought to leave facebook…

But. There’s always a but. Don’t get wrong, I am still Faceook’s number one detractor, but the fact is that because of it, I’ve found friends I’d been out of touch with for, in some cases, for more than a decade. And that’s a good thing. But Facebook also has a sizeable dark side. Not the least of which is that, as Kenny wrote, “Facebook should help our social life, not become our social life” (free translation). As it happened when blogs first emerged, it seems that now all our interactions take place in front of the computer. And that really ought not be the case. Computers are good for a lot of stuff. But they shouldn’t be used to do stuff that we do well, and that we take pleasure in doing. Sometimes, the good old fashioned way, is the right way😉

2 responses to “I ought to leave facebook…

  1. LoL. O blog é bilingue, mas na prática a única coisa que acaba escrita em português é o que disser respeito à realidade portuguesa. Isto começou em inglês porque, há muito tempo atrás, eu usava isto essencialmente para por aqui coisas que ia descobrindo sobre software, que me davam jeito anotar em qualquer lado, mas que também podiam dar jeito a terceiros. E esse género de coisas é muito mais fácil de descrever em inglês. Depois, a temática foi mudando, mas a língua foi ficando… Espero não ter sido o indirecto causador de uma dor de cabeça😛